20 de maio de 2010

Investigadoras Portuguesas apresentam resultados das suas investigações "Maioria das portuguesas está muito satisfeita sexualmente"



Metade das mulheres portuguesas masturbou-se regularmente na adolescência e cerca de um terço continua a fazê-lo para lidar com o stress. Entre as que têm uma relação estável, 55% revelam-se altamente satisfeitas com a sua vida sexual.


Estas conclusões resultam de duas investigações que visavam aprofundar o conhecimento sobre a sexualidade das portuguesas e foram apresentadas no 10.º Congresso da Federação Europeia de Sexologia,que se realizou na passada semana na cidade do Porto.


O estudo conduzido por Sandra Vilarinho, que envolveu 497 mulheres em relações estáveis, concluiu que mais de metade se sente muito satisfeita no que diz respeito ao prazer sexual, sendo o bem- -estar na relação conjugal determinante para 25% das inquiridas. Seis em cada dez tiveram desejo ou interesse sexual "quase sempre" ao longo do mês anterior ao inquérito. A autora concluiu que as mulheres sexualmente mais satisfeitas revelam maior autoconfiança, alegria e serenidade.

Ana Alexandra Carvalheira teve como principal objectivo compreender a ligação entre masturbação e a resposta sexual das mulheres, um tema que tem sido pouco estudado (...) Para isso, a sexóloga desenvolveu um inquérito, distribuído por correio electrónico, que foi respondido por 3687 portuguesas, com uma média de 29 anos, maioritariamente com formação superior e de orientação heterossexual.


Trata-se de uma amostra não representativa da população portuguesa, mas que serviu para perceber melhor os comportamentos e as atitudes face à masturbação, uma prática associada a um funcionamento sexual satisfatório, designadamente por facilitar o orgasmo e interacções mais gratificantes com o parceiro. A investigadora sublinha que a masturbação significa melhor saúde sexual.


Entre as inquiridas, um quinto nunca se auto-estimulou durante a adolescência, 27% disseram que raramente o fizeram e metade respondeu positivamente (com alguma e muita frequência). Relativamente à última vez que tal aconteceu, um terço referiu ter sido na semana anterior.

Os resultados quanto às razões que levam as mulheres a masturbar-se incluem dados curiosos: 31% usam-na para aliviar o stress, 20% para ajudar a dormir, 13% quando têm muita actividade sexual e 8% quando não têm parceiro. A procura de prazer sexual é, porém, a motivação da grande maioria (65%).


Se é verdade que três em cada quatro se sentem bem e relaxadas depois da auto-estimulação, também é significativo que 10% reportem sentimentos de culpa e 15% de vergonha, o que significa, na perspectiva da investigadora, que a masturbação é percepcionada como estigmatizante.

Retirado daqui

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...